Veja a lista e os motivos por que estas carreiras estão em baixa de acordo com a Folha de São Paulo:

Gestão Ambiental –  porque o ritmo de novos empreendimentos em Mineração e grandes obras caiu;

Design Web – porque surgiram novas ferramentas que facilitam a criação e alteração de sites, exigindo menos funcionários nas empresas;

Fisioterapia – porque diminui a quantidade de vagas disponíveis para esta função (e há um excesso de pessoas já formadas no mercado);

Engenharia de Petróleo e Gás – Este setor é muito dependente da Petrobrás, e a crise da empresa vai demorar muitos anos para passar, o que restringe as contratações;

Turismo – os agentes de turismo estão perdendo espaço para ferramentas automáticas na web, em que o próprio cliente seleciona, faz as reservas, emite os bilhetes ou vouchers, e faz o pagamento.

Corretor de Imóveis – Além da redução da atividade econômica, que contribui para limitar o mercado imobiliário, o mercado está saturado destes profissionais.

Veja a lista Forbes com as dez profissões com menor remuneração e chances de emprego:

  1. Artes relacionadas a vídeo e fotografia
  2. Artes plásticas
  3. Filosofia e Teologia
  4. Artes
  5. Música
  6. Educação física
  7. Design gráfico
  8. História
  9. Literatura e letras
  10. Antropologia e Arqueologia

Fonte Clique Aqui!

CursosTopo